AIKIDO – Uma breve introdução.

“O importante não é lutar contra um inimigo e derrotá-lo. É mais do que isso. Derrotar os inimigos internos, a insegurança, o receio. É descobrir a maneira de conciliar as diferenças que existem no mundo e fazer dos seres humanos uma grande família. É compreender as leis do Universo, tornar-nos unos com ele. Esse entendimento se dará pelo treinamento persistente”.

(MORIHEI UESHIBA – 1883-1969).

O AIKIDO é um Caminho marcial japonês, que utiliza A ARTE MARCIAL como ferramenta, para alcançar a sabedoria divina. Os seus vocábulos podem ser traduzidos da seguinte maneira::

AIKIDO - significado

“O AIKIDO é a ciência da vida e, como tal, é aquela que ensina os meios de se viver em harmonia com as Leis da Natureza e, consequentemente, com as Leis Universais, das quais as primeiras se derivam” (Büll Shihan)

Criada pelo mestre Morihei Ueshiba (1883-1969), concentra nela toda a essência do conjunto de artes marciais japonesas (BUDO).

Muitos acreditam que os japoneses criaram o BUDO para a guerra. Pelo contrário, a palavra DO significa, além do acima descrito, a verdade última, o Logos, Deus. Desta forma as artes marciais modernas são na verdade Caminhos espirituais, que fazem as pessoas viverem melhores.

A idéia que o ocidente possui sobre as artes marciais – voltadas para a violência, foi desenvolvida pelos primeiros estrangeiros que chegaram ao Japão. Estes não conseguiam entender que ao verem as pessoas lutando, na realidade estavam praticando um exercício para melhor entenderem a Natureza (Daishizen) e assim poderem se harmonizar com ela, como preconiza o sentimento original do povo japonês.

A mudança da utilização das artes marciais para “Caminhos marciais” ocorreu depois da introdução das armas de fogo no Japão. Os samurais perceberam que seus afiados e bem manejados Katanas (espadas) eram inúteis diante de uma pistola carregada. Desta forma passaram a praticar os movimentos marciais não mais para a guerra, mas sim como exercícios para a iluminação espiritual.

Os ocidentais ao chegarem no Japão e verem as pessoas trocando socos e pontapés, pensaram que aquilo podia ser um excelente meio de defesa pessoal. Desta forma importaram a prática de forma errônea, com a idéia de que uma pessoa procura um Caminho marcial com o objetivo de ficar bom de briga.

AIKIDO não é um esporte, nem uma arte de combate; mas sim um trabalho de desenvolvimento da percepção, para enxergarmos melhor o mundo visível e o invisível e desta forma passarmos a respeitar as leis que o regem (KANNAGARA NO MICHI).

Trata-se de uma prática cujo o foco é a busca interior e pode ser praticado por todo tipo de pessoas, independente de idade e sexo. Através da prática sincera e disciplinada, consegue-se um eficaz método de defesa pessoal.

No AIKIDO cultivam-se as sete vistudes do guerreiro, conforme o BUSHIDO (código de conduta dos samurais): JUSTIÇA, VALOR HERÓICO, COMPAIXÃO, CORTESIA, HONRA, SINCERIDADE E O SENTIDO DE DEVER E DE LEALDADE.

O treino apresenta benefícios físicos, biológicos, psicológicos, técnicos e espirituais. Na prática desenvolve-se o relaxamento, a concentração, a não resistência, a ausência de espírito de competição, a respiração abdominal, a ausência do conceito de adversário, a consciência “parceiro”, buscando-se formar a idéia de complementaridade, sempre aumentando o uso do Ki (energia interna).

Através de suas ginásticas especiais, baseadas nos movimentos circulares de defesa e métodos de respiração, alcança-se o melhoramento do sistema cardiovascular, neuromuscular e metabólico, além da melhora das aptidões e capacidades de coordenação motora, aumentando a saúde, a flexibilidade e a força.

O DAISHIZEN DOJO, por seguir a Escola Instituto Takemussu têm como lema: “PRATICAR UMA ARTE MARCIAL EFICIENTE COMO DEFESA PESSOAL, MAS ACIMA DE TUDO COMO FERRAMENTA PARA ATINGIR A ILUMINAÇÃO ESPIRITUAL”.

O AIKIDO além de ser uma arte eficiente para a defesa pessoal é um Caminho que fornece harmonia, cultura e filosofia às pessoas, unindo as partes físicas e espiritual do ser humano, tendo como objetivo a busca do autoconhecimento e da perfeição.

Para tal é muito importante a treinar o AIKIDO em um Dojo reconhecido e que esteja vinculado com a Fundação AIKIKAI, situada no Japão, entidade esta fundada e mantida tradicionalmente pela família Ueshiba, que mantém os ideais do Fundador deste Caminho. Desta forma evita-se a começar um treinamento de maneira errada, recebendo informações distorcidas e adquirindo vícios que muitas das vezes serão difícieis de serem corrigidos posteriormente.

Treinar em um Dojo supervisionado e fiscalizado pela CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AIKIDO – BRAZIL AIKIKAI é garantia da prática em nível internacional.

(Fonte: http://www. aikikai.org.br com adaptações).

 

“O AIKIDO é o remédio para um mundo doente. Há maldade e desordem no mundo porque as pessoas esqueceram que todas as coisas emanam de uma só fonte. Retorne a essa fonte e deixe para trás os pensamentos egoístas, os desejos mesquinhos e a raiva.

Quando você se preocupa com o ‘bom’ e o ‘ruim’ de seus companheiros, você abre uma porta em seu coração para a malícia entrar. Julgar e criticar os outros, e competir com eles, enfraquece e derrota você.

Sua mente deve estar em harmonia com o funcionamento do Universo; seu corpo deve estar sintonizado com o movimento do Universo; o corpo e a mente devem ser uma só coisa, unificados com a atividade do Universo.

Não há competições no AIKIDO. O verdadeiro guerreiro é invencível porque ele, ou ela, não compete com nada. ‘Derrotar’ significa derrotar a mente de contenção que abrigamos em nós.

As técnicas empregam quatro qualidades que refletem a natureza de nosso mundo. Dependendo das circunstâncias, seus movimentos devem ser duros como o diamante, flexíveis como o salgueiro, suavemente fluidos como a água ou tão vazios como o espaço.”

(MORIHEI UESHIBA – 1883-1969).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *